Material exclusivo: Presidentes da ACIM – Dedicação para crescer juntos

Reunião de fundação da ACIM

Reunião de fundação da ACIM

Nossa história é feita de pessoas comprometidas e dedicadas a oferecer seu tempo para lutar juntos por uma causa nobre: o desenvolvimento de Imbituba. Aqui você confere nosso agradecimento a cada ex-presidente, diretor e conselheiro da ACIM, voluntários que nestes 26 anos, comandaram equipes de sucesso em busca de resultados.

Carlos Alberto G. Costa – Gestão 1989/1990 – 1997/2001

O

Atuamos junto a câmara de vereadores para aprovação da primeira lei de incentivos fiscais e econômicos e participamos da negociação junto ao Badesc para aquisição dos terrenos da Codisc para implantação do distrito industrial. Já em 1997 tivemos conquistas importantes como a instalação do posto avançado da JUCESC e do CREA na sede da ACIM e a criação do evento para homenagem a mulher empresária e ao empresário destaque de Imbituba.

Santos Pacheco Alves – Gestão 1990/1991 – 2003/2005

Éramos um grupo de empresários unidos por um grande desejo de representatividade. Sentíamos que não éramos ouvidos. Como fundador, participei da realização de um sonho de sermos representados como classe empresarial, e não mais apenas como segmentos. Foi uma honra fazer parte deste grupo e ser um dos primeiros presidentes. Nosso trabalho foi muito árduo e prazeroso para organizar jurídica e administrativamente a associação, com estatuto, regimento interno e métodos começando do zero.

Nossa preocupação era fazer um bom alicerce. A cidade vivia um bom momento, o porto ia bem, a ICC era um segundo pilar junto da Cerâmica, mas queríamos mais crescimento para o porto, qualificação profissional para que nossos cidadãos pudessem usufruir dos melhores cargos da ICC, que também trazia prejuízos como a poluição.

Sempre observador, fui convidado a me manter na diretoria até hoje. Participando da ACIM ampliamos nossa rede de contatos e abrimos as portas para novos negócios. Hoje a ACIM tem credibilidade, respeito, é provocadora de ações, integrando e representando todos os empresários, o que é sua missão.

Gilberto Barreto C. Pereira – Gestão 1991/1992

Recém chegado a Imbituba, poder participar dos esforços para a criação da ACIM foi especialmente gratificante pela integração que me proporcionou com a comunidade empresária e, em consequência, com a gente de Imbituba que não lidava diretamente com assuntos do Porto. Quando assumi a presidência em 1991 ainda era tarefa importante continuar o esforço pioneiro dos antecessores Santos e Carlos Alberto.

Com a mudança da legislação sobre ZPEs, que – além do Norte e Nordeste – passou a considerar cidades portuárias de todo o país, a ACIM mobilizou as representações políticas e proporcionou o apoio técnico para a implantação, posteriormente, da ZPE de Imbituba.

Cadir Garbeloto Cargnin – Gestão 1992/1993

Instalamos por um tempo um atrativo interessante para o comércio local que foi o sistema de som para o centro da cidade. Estávamos ainda no começo e eu assumi a substituição ao Gilberto quando ele precisou sair da cidade. Fazíamos a gestão de modo muito empírico, mas com muita responsabilidade, por isso busquei dar continuidade ao trabalho que já vinha sendo desenvolvido.

Foi uma experiência muito significativa, tanto profissionalmente, quanto pessoalmente, pois é uma peça a mais no nosso currículo. Fizemos contatos comerciais e de amizade que foram surgindo por todo o estado pela participação nas reuniões da Federação e muitos se mantêm até hoje.

Sérgio Augusto Costa – Gestão 1993/1995

"Ser diretor presidente, além de um grande desafio proporcionou-me a expansão de horizontes de conhecimento e de experiências, em função da necessidade de coordenar, juntamente com os demais diretores a viabilização de soluções às várias aspirações e necessidades dos associados e da própria comunidade. Um dos focos foi a aprovação da instalação da ZPE- Zona de Processamento de Exportação, projeto nascido na ACIM, que na época se constituía na redenção econômica de Imbituba e da região sul, visto a desativação da ICC e o declínio das atividades da Cerâmica e do Porto.

Destacaram-se também as primeiras tratativas para implantação do Corpo de Bombeiros e a integração com o Poder Público através da participação nos Conselhos Municipais do Trabalho (definição de cursos de qualificação) e de Desenvolvimento (Implantação do Distrito Industrial e Lei dos Incentivos Fiscais). No âmbito das ofertas de novos serviços pela ACIM, destacam-se as tratativas para implantação do escritório da Jucesc, o Balcão Sebrae e a disponibilização de Plano de Saúde aos empresários e seus funcionários."

Paulo Junchem Sefton - Gestão 1995/1997

Na época iniciava um despertar das lideranças para o turismo e acredito que fui escolhido por este motivo, pois já tinha uma atuação no segmento, tendo sido diretor municipal de turismo e atuava bastante com os empresários da Praia do Rosa, buscando ordenamento. Sugeri a criação da Semana Nacional da Baleia-Franca como uma forma de incentivar o Projeto Baleia-Franca que estava sem patrocínio, e foi um sucesso tão grande que abriu portas para a vinda da Petrobras.

A comunidade acabou despertando para a importância do turismo e a entidade percebeu que o foco precisava ser direcionado também para o trade. Para mim foi muito importante como presidente realizar o abaixo-assinado para o tombamento do barracão da baleia, onde hoje funciona o museu. Do mesmo modo, pedi a área da ICC de volta para a comunidade, como compensação ambiental. A proposta era fazer uma universidade de oceanografia, utilizando os tanques para a recuperação de animais marinhos.

José Roberto Martins – Gestão 2001/2003

A presidência da ACIM representou um importante marco em minha vida. A convivência com setor empresarial trouxe muita experiência e conhecimentos que os tenho usado ao longo da vida. Certamente esta experiência foi também um despertar político que resultou na construção de uma história de lutas e conquistas por Imbituba em sua história recente, do qual muito me orgulho.

Sobre as principais conquistas citaria a luta pela instalação do Distrito Industrial, que depois pude ver consolidar-se com minha investidura a prefeito; a criação do Corpo de Bombeiros foi resultado de inúmeras reuniões ocorridas na ACIM, com a participação dos entes envolvidos e o crescimento no número de associados, vários convênios assinados, criação de prêmios empresariais, enfim, uma intensa agenda de trabalho durante aquele saudoso mandato.

Pedro Kuzniecow – Gestão 2005/2007

Assumir a presidência de uma entidade tão importante quanto a ACIM foi um grande desafio. O aprendizado foi enorme, pessoal e profissionalmente. Foi nesta época que começamos a compartilhar com outras associações da região as causas em comum, como a duplicação da BR-101 e o Aeroporto de Jaguaruna, que era nossa grande briga.

Em Imbituba, a luta foi incansável pela recuperação dos molhes do porto, que corria o risco de romper e fechar o porto. Depois de uma reunião que tivemos com a então senadora Ideli Salvatti o processo deslanchou e o exército veio realizar a obra. Outra ação muito gratificante foi a campanha “Doe R$ 1 para o hospital”, pois fomos de casa em casa conversar com as pessoas sobre a importância da causa e pedir para colaborar através da conta de luz.

Ainda hoje o Hospital São Camilo recebe este dinheiro através da colaboração dos cidadãos. Tudo isso só foi possível pois tive o apoio de uma diretoria participativa e a equipe de funcionários da ACIM que abraçou a gestão conosco.

Luiz Dário Rocha – Gestão 2008/2010

O fato de ter ocupado a presidência da ACIM, seguramente, oportunizou ganhos significativos tanto pessoais como para minha carreira profissional. Pessoais, porque tive o prazer de presidir uma instituição respeitadíssima no seio da comunidade Imbitubense. Sua força transcende aos limites corporativos e de espaço, pois o reconhecimento de nossa investidura e participação efetiva na gestão da associação, trouxeram ganhos significativos perante as outras congêneres, fazendo com que a Federação olhasse com outros olhos para Imbituba.

Iniciamos o investimento na criação dos primeiros núcleos setoriais, começando pela Praia do Rosa. Nossa participação no desenvolvimento social, empresarial e de gestão, ensejaram convite por parte da FACISC – Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina para participar de sua Diretoria, e, atualmente, já estamos no segundo mandato.

Adilson Silvestre – Gestão 2010/2014

Em minha carreira significou um aprendizado na área que atuo, que é o turismo. A ACIM abriu portas, nos deu visibilidade empresarial, mostrou que sozinhos não conseguimos nada, precisamos de parceria, de associativismo. Isso foi fantástico. Participando da associação, com o privilégio de ser presidente, vimos que não temos empresas concorrentes, mas sim parceiras.

Pessoalmente conquistei muitos amigos, meu crescimento pessoal foi muito grande, tive a oportunidade de conhecer outros empreendedores, pessoas com conhecimento de visão de negócio e isso me deu condições de ver que todo sonho é possível. O mais importante para mim foi a mudança de gestão do Porto de Imbituba, mostramos que juntos somos mais fortes, a ACIM era pequena em relação as outras associações no Sul e mostrou ser muito grande.

Destaco também a roupagem nova que demos para os festivais do Camarão e da Baleia, mostramos para a cidade que tínhamos condições de gerir nossos eventos com pessoas de Imbituba. Hoje temos empresas da cidade realizando estas ações. Foi uma prova da capacidade da ACIM perante a sociedade.

Agradecemos a cada diretor e conselheiro que faz parte desta história

Diretores:

Adair Lucio Dalpiz;

Ademir dos Santos;

Adilson Paes Sampaio;

Anderson Bernardino;

Antônio Carlos Bandeira Guimarães Filho;

Antônio Faraco;

Celso Pacheco Pereira;

César de Oliveira;

Charles Edaci de Oliveira;

Cláudio Vicente

Cristiano Agrifloglio;

Daniel C. Goulart;

Edno Nazaré Correa;

Edson Noé da Silva;

Enrique Alfredo Litman;

Fábio Luiz Rocha;

Francisco Carlos Alves;

Gean Carlos Fermino;

Giovane F. Pereira;

Ivo Dreier;

Jaison Cardoso de Souza;

Jaqueline Biazus;

Jedson de Morais;

Jeziel Pamato de Souza;

João Batista Laurentino;

João Roberto Santos;

Joaquim Freitas;

Joaquim Paulo Guarache Leonardo;

Joel Antônio de Souza;

Jorge Silvestre;

José Candemil Neto;

José Henrique Costa;

Leandro Alves Zanini;

Lídio Rodrigues Sobrinho;

Líris Laudelino de Sena Filho;

Lizandra Domingos Paes Ronzani;

Luis Rogério Pupo Gonçalves

Luiz Paulo Ferreira;

Manoel Duarte Ferreira;

Manoel José Martins;

Margareth Guimarães;

Maria Zilá de Souza Gil;

Marcelo Nunes da Silva;

Marcelo Pacheco Disliler;

Márcia C. S. Oliveira;

Marli Beatriz Saraiva Renz;

Nelson Lúcio Ferraz;

Nelson Paim Soares;

Osny João de Souza;

Otávio Possenti;

Placídio Luiz Kunrath;

Renata Ferreira;

Renato Jacques Teixeira;

Renato Soares Pereira;

Ricardo Delfino; Roberto Borba;

Roberto Luiz Rodrigues;

Roel Ruiz; Romero de Carvalho Lima;

Sandro Luiz da Silva;

Stella Lane Napoleão;

Valdeci Borges Benedett;

Vilson Pacheco Alves.

Conselheiros:

Alexei Belmonte Haigert;

Andréia Leydeane Miranda;

Antônio Jerônimo de Souza;

Arlete Pacheco;

Armando Luiz Fretta;

Arno Sell;

Carlos Augusto Menezes;

Célio Nunes do Nascimento;

Custódio Juvenal Pacheco;

Dilnei Manoel dos Santos;

Edaci Pinho de Oliveira;

Edelci Martins;

Ednei Marcos;

Celso Augusto Chiesa;

Ednei Marcos;

Eduardo Comeli Goulart;

Emílio Battistella;

Evaldo Espezim;

Geraldo Laudelino de Sena Filho;

Gilberto Antunes Bacchin;

Gustavo André Gorigoitia;

Helena Catarina Dier Francisco;

Herielio Bittencourt Cardoso;

Ivani Miranda;

Irmoto José Feurschuette;

Jorge Washington da Costa;

José Luiz Finger;

José Marim;

José Porto;

João Pedro Machado Moraes;

Jorge Luiz Cardozo da Silva;

Jucemar Nunes Francisco;

Luciano Maurício;

Márcio Ricardo Jorge;

Mário Maiolino;

Mário Teixeira Filho;

Marcelo Odilon Albino;

Milton Chuskster;

Nil Marlene Arantes Frischenbuder;

Osvaldo Rui Ribeiro;

Osny Sousa Filho;

Paulo Pegas;

Romero de Carvalho Lima;

Ronaldo Faustino da Silva;

Rosalvo Candemil;

Ruy França Neto;

Sílvio Santino Brescianini;

Valter Paulo Cesar Pinter.

Destaques
Arquivo
Tags de Notícias