Seminário Encantos do Sul debate turismo integrado Serra-Mar

A Associação Empresarial de Imbituba - ACIM participou na última semana do 3º Seminário Encantos do Sul, em Balneário Rincão, através do vice-presidente Adilson Silvestre e empresários associados da entidade. Unido ao Seminário Serramar, o objetivo do evento foi agrupar todo o turismo do Litoral Sul, de Garopaba a Torres, e das serras Gaúcha e Catarinense. Em foco a importância dos investimentos no segmento turístico para o desenvolvimento econômico sustentável.

Para Adilson o evento foi uma prova da força do turismo na região e também das necessidades que enfrentamos. "Temos dificuldades sim e elas são muitas vezes comuns a diferentes cidades. O objetivo é nos unirmos para superar e crescer juntos, de forma que todos venham a ganhar, seja com a atração de turistas, desenvolvimento sustentável em infraestrutura e atendimento de excelência", afirma Adilson Silvestre, vice-presidente da ACIM.

O evento contou com a participação do ministro do turismo, Henrique Alves, do presidente da Embratur, Vinícius Lummertz, do vice-governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, do deputado federal Edinho Bez, o presidente da Santur Valdir Valendowski, o secretário estadual de turismo Filipe Mello, além de prefeitos da região.

A opinião do ministro sobre o turismo no Brasil

Henrique Eduardo Alves disse que acreditava que conhecia bem o país, após 11 mandatos como deputado e pela pauta na câmara que obrigatoriamente passava por ele, mas após assumir o ministério, em abril deste ano, viu que não era bem assim. “O turismo é o primo pobre da Esplanada dos Ministérios. O governo não dá muita importância para o turismo. Há um preconceito neste país em relação ao turismo”, reclamou o ministro.

Alves relatou também sobre a reunião que teve com a presidente Dilma quando da tentativa do governo de extinguir o Ministério do Turismo há cerca de 20 dias. “Ela me ofereceu o ministério da Ciência e Tecnologia, que tem um orçamento de 10 bilhões, e o turismo ficaria nesta pasta. Eu não aceitei”, assegurou Alves, o que segundo ele, garantiu a permanência do turismo com status de ministério.

Contudo, Henrique Alves vê alguns aspectos positivos para o cenário, como a declaração do ministro da Fazendo Joaquim Levy, que falou que o país precisa investir muito mais no turismo como uma das formas de inverter a saída de dólares do Brasil e buscar a vinda de turistas estrangeiros para cá. “Precisamos interiorizar o turismo e integrar as regiões, sem dúvida”, disse.

Citou também outras ações nas quais aposta para mudar em curto e médio prazos a realidade do país no turismo: mudança na política dos vistos para norte americanos até o final das olimpíadas 2016, que isentará excepcionalmente taxas aos turistas; simplificação na legislação tributária e fiscal e agilização no licenciamento ambiental para empreendimentos em áreas especiais e estratégicas de intervenção; e legalização dos cassinos no país, todas ações em andamento.

Fotos: Álvaro Dalmagro/Amurel

Com informações de Álvaro Dalmagro/Amurel

Este conteúdo pode ser reproduzido desde que citada a fonte

Destaques
Arquivo
Tags de Notícias

Faça parte desta entidade e tenha acesso às melhores soluções para sua empresa.

Venha fazer parte da ACIM:

ACIM - Associação Empresarial de Imbituba

Rua Nereu Ramos, 815 - Sala 201/A

Centro - Imbituba / Santa Catarina

Telefone: +55 (48) 3255-1415

 

Email: atendimento@acimimbituba.org

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • whatsapp

​© 2020 Todos os direitos reservados. Desenvolvido por

Agência Onde - Tubarão/SC