Estado propõe transporte de cargas no Aeroporto Regional de Jaguaruna

A proposta é ampliar a pista, em largura e comprimento, para que o aeroporto tenha condições de fazer também o transporte de cargas

Em reunião com o ministro interino da Secretaria de Aviação Civil, Guilherme Walder Mora Ramalho, em Brasília, nesta segunda-feira, 1º, o governador Raimundo Colombo apresentou a proposta de preparar o Aeroporto de Jaguaruna, no Sul do Estado, para trabalhar com transporte de cargas paralelamente ao serviço de transporte de passageiros, já em operação. Também foram tratados dos encaminhamentos para incluir o Aeroporto Hercílio Luz, de Florianópolis, no pacote de leilões para concessão à iniciativa privada e, ainda, de investimentos em aeroportos regionais, como o de Chapecó.

Sobre o Aeroporto Regional Sul Humberto Ghizzo Bortoluzzi, de Jaguaruna, a proposta é ampliar a pista, em largura e comprimento, para que o aeroporto tenha condições de fazer também o transporte de cargas. A estrutura atual possui pista com 2,5 mil metros de comprimento por 30 metros de largura. Para trabalhar com transporte de cargas, a ampliação prevista é 3,7 metros de comprimento por 45 de largura. Colombo explicou que o Governo do Estado já está fazendo contato com as empresas do setor e identificou um grande interesse em operacionalizar Jaguaruna, por sua localização geográfica. Além das empresas catarinenses, há interesse por parte de companhias do Rio Grande do Sul e do Paraná.

"Essa é uma proposta nova e que representa mais um diferencial econômico para Santa Catarina. O acordo prevê que o Governo do Estado faça a ampliação da pista e outros melhoramentos, enquanto o Governo Federal realiza o alargamento necessário", afirmou o governador Colombo. O Aeroporto de Jaguaruna, recebeu o primeiro voo comercial no dia 27 de abril do ano passado, com a empresa TAM operando rota entre o município e São Paulo (Congonhas). Florianópolis

Outros aeroportos catarinenses também foram citados no encontro. O Aeroporto Internacional Hercílio Luz, de Florianópolis, está no programa de concessões para a iniciativa privada. O ministro Guilherme Ramalho explicou que a proposta é lançar o leilão de Florianópolis junto aos dos aeroportos de Salvador, Fortaleza e Porto Alegre, todos com estudos de viabilidade concluída em dezembro de 2015. A proposta está agora com o Tribunal de Contas da União (TCU) e deve ser encaminhada para a Agência Nacional de Aviação Civil, que realizará audiência pública sobre o tema, prevista para março. A projeção do ministério é lançar o edital entre abril e maio e, depois de 60 dias, ter o nome da empresa vencedora.

"Toda tramitação está em curso e ganhando velocidade", destacou Colombo, lembrando que, enquanto isso, o Governo do Estado avança com as obras do novo acesso. Os trabalhos no primeiro e no segundo lote estão em andamento. O primeiro lote compreende duplicação de trecho de 3,55 quilômetros no bairro Carianos, entre o trevo da Seta e o Estádio da Ressacada. O investimento é de R$ 23,1 milhões. O segundo lote abrange a duplicação de trecho de 6,48 quilômetros, entre o acesso à SC-405 e o terminal do aeroporto, no valor de R$ 28,3 milhões. Também estão em andamento trabalhos complementares como a construção de um viaduto em frente ao Estádio da Ressacada e reforma da ponte sobre o Rio Tavares, no valor de R$ 4,9 milhões.

Fonte: Secom

Foto James Tavares

Destaques
Arquivo
Tags de Notícias

Faça parte desta entidade e tenha acesso às melhores soluções para sua empresa.

Venha fazer parte da ACIM:

ACIM - Associação Empresarial de Imbituba

Rua Nereu Ramos, 815 - Sala 201/A

Centro - Imbituba / Santa Catarina

Telefone: +55 (48) 3255-1415

 

Email: atendimento@acimimbituba.org

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • whatsapp

​© 2020 Todos os direitos reservados. Desenvolvido por

Agência Onde - Tubarão/SC