FACISC avalia destaques no agronegócio catarinense

Foi divulgado nesta quinta (09/6) o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que tem o objetivo de obter informações mensais sobre previsão e acompanhamento de safras agrícolas no país. Entre os principais produtos da agricultura catarinense, a produção de soja e cebola são destaques para a safra de 2016. Segundo estimativas do Instituto, a produção de soja no estado deve crescer 6,4% e da cebola 2,9%, registrando uma produção de 2.128.500 e 349.251 toneladas, respectivamente.

Na avaliação do vice-presidente para Indústria da FACISC, na contramão da crise, a produção da agroindústria de alimentos catarinense cresceu 3,5% no primeiro quadrimestre de 2016, e as perspectivas são de elevação desse patamar ainda este ano.

Na quarta-feira (08/6) o Banco Central do Brasil divulgou o índice de commodities (IC-Br) que tem o objetivo de exprimir a média mensal ponderada dos preços em reais das principais commodities no país. O índice registrou aumento de 9,32% no acumulado de 12 meses, indicando uma leve recuperação de preços nesse setor que desde 2011, vinha obtendo cotações de preços em queda generalizada.

Para o vice-presidente para o agronegócio da FACISC, Vincenzo Mastrogiacomo, em momentos como o que vivemos, esses fatores vêm como uma oportunidade de crescimento, visto que o estado é um dos mais competitivos do país nesse setor.