Nota de repúdio - PL 4850/16


A Associação Empresarial de Imbituba – ACIM vem a público manifestar seu sentimento de repúdio às alterações realizadas no Projeto de Lei das Medidas Contra a Corrupção, a PL 4850/16, que prevê a tipificação do crime eleitoral de caixa dois, a criminalização do eleitor pela venda do voto e a transformação de corrupção que envolve valores superiores a 10 mil salários mínimos em crime hediondo.

A ACIM acredita que as mudanças aprovadas desfiguram o projeto original que tem o apoio da população. Em uma desgovernada votação durante a madrugada de um dia de luto nacional, a atitude dos deputados federais foi uma ofensa à democracia e um desrespeito a todos os brasileiros que tinham a esperança de ver o pacote aprovado sem alterações, como o início de um combate justo à corrupção.

Em uma afronta ao cidadão, que paga seus impostos e suas obrigações, especialmente no Estado de Santa Catarina, gerando empregos, lutando a cada dia pelo desenvolvimento, a entidade revela sua decepção com os deputados catarinenses que votaram a favor das mudanças.

Esperamos agora, que no Senado, nossos representantes tenham a hombridade de vetar o projeto que prejudicará imensuravelmente as operações de combate à corrupção em nosso país.

Diretoria da ACIM