Comunidade propõe biblioteca pública itinerante em Imbituba


Você acha que os livros para adultos deveriam ter mais ilustrações? Ler é obrigação ou prazer? E se fosse mais barato comprar livros? Essas ideias estão sendo discutidas pelos moradores de Imbituba, nos encontros com o Grupo de Trabalho que irá redigir o Plano Municipal de Bibliotecas, Livro, Leitura e Literatura.

A intenção é promover o debate entre as crianças, os adolescentes e os adultos, além de reunir sugestões para incentivar o hábito pela leitura no município. Uma das propostas apresentadas durante as reuniões nos bairros foi à criação de uma biblioteca pública itinerante nas comunidades.

“Tentamos tornar a leitura mais atrativa para os adultos. A conversa tem rendido observações interessantes sobre a rotina da nossa comunidade. A maioria dos participantes não sabia que a cidade tem uma editora de livros”, disse a coordenadora do grupo de trabalho, Gláucia Maindra.

Os moradores também sugeriram ações na comunidade e nas escolas, para que as crianças leiam para os adultos, como forma de motivar as famílias ao hábito da leitura.

O próximo debate será no próximo sábado (20), na Escola de Educação Básica Deputado Joaquim Ramos, para o público dos bairros, Centro, Paes Leme, Village, Vila Alvorada, Ribanceira e Vila Nova Alvorada. O debate está marcado para as 14 horas.