Imbituba receberá mudas clonadas da “Rosa de Anita Garibaldi”


Em visita ao município de Imbituba na tarde desta terça-feira (16), o escritor Adílcio Cadorin, autor da obra “A Guerreira das Repúblicas”, livro que conta a saga de Anita Garibaldi, informou ao prefeito Rosenvaldo da Silva Júnior que, a Capital Nacional da Baleia Franca deverá receber algumas das mudas clonadas da Rosa de Anita, que foi desenvolvida pelo italiano Júlio Pantoli.

A rosa, desenvolvida para representar toda a história de Anita Garibaldi, faz parte do projeto dos 200 anos da Heroína dos Dois Mundos, marcado para 2021. Imbituba receberá algumas da mudas porque o município faz parte da história da lagunense. Foi na Praia do Porto, há 178 anos, onde aconteceu a primeira batalha naval de Anita, no chamado batismo de Fogo.

A clonagem da rosa será feita pelo laboratório de produção vegetal do curso de Agronomia da Unisul, em Tubarão. “Vamos distribuir a Rosa de Anita para todo o Estado e, com certeza, será um símbolo valioso”, enfatizou o historiador Adílcio Cadorin.

Três unidades do híbrido da rosa foram entregues aos profissionais da Universidade do Sul de Santa Catarina. A clonagem e o desenvolvimento da flor deverão ocorrer em até 18 meses.

“O Cadorin esteve aqui pra gente conversar sobre o projeto que vai envolver três nações por onde Anita teve passagem (Brasil, Uruguai e Itália). Estaremos unidos em projetos para relembrar e enaltecer o nome e os feitos de Anita Garibaldi. Imbituba tem uma parte importante nessa história com o batismo de fogo e vai estar presente nessa celebração do bicentenário em 2021. Eu acredito que algumas dessas mudas de rosas serão plantadas em nossa cidade”, disse o Prefeito de Imbituba, Rosenvaldo da Silva Júnior.

Destaques
Arquivo
Tags de Notícias