DEL: Análise Situacional de Imbituba é apresentada

Diagnóstico identificou ameaças e oportunidades que a cidade poderá trabalhar no planejamento estratégico a longo prazo, que será elaborado participativamente nas Câmaras Técnicas do Programa de Desenvolvimento Econômico Local - DEL

Fotos: Israel Costa/ASCOM PMI

Imbituba conheceu na noite de quinta-feira (26) o resultado da Análise Situacional elaborada a partir de 65 entrevistas com lideranças locais. O diagnóstico é uma etapa fundamental do DEL – Programa de Desenvolvimento Econômico Local, metodologia importada da Alemanha pela Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina – FACISC, que está sendo implantada pela Prefeitura Municipal de Imbituba e a Associação Empresarial de Imbituba – ACIM. O evento contou com mais de 50 pessoas, lotando o auditório da ACIM.

As entrevistas foram realizadas por técnicos da FACISC, que também apresentaram e explicaram os resultados. “O maior diferencial que identificamos em Imbituba é que o índice de confiança na cidade é alto. Cerca de 85,7% dos entrevistados afirmaram que irão fazer investimentos em seus negócios nos próximos anos. A partir de agora passamos para a etapa de capacitação dos conselheiros para atuarem na elaboração da Política de Desenvolvimento de longo prazo" destaca Osmar Vicentin, consultor de projetos da FACISC.

Jeanne Santos, Diretora Executiva do Orgão Gestor da Mão de Obra – OGMO, foi uma das entrevistadas. Na opinião dela o DEL é uma ferramenta de mestre. “Este diagnóstico é o mais importante de tudo, pois a partir daqui pode ser feito um planejamento para o desenvolvimento da cidade. Eu nunca havia participado de um trabalho tão diferente e tão relevante. Tenho olhos otimistas e a cidade que vejo estará em crescimento, com trabalhadores qualificados e em qualificação, onde os interesses individuais não superem os interesses coletivos. Nossa cidade é favorecida e o DEL será um grande facilitador”.

Acesse o relatório completo.

Principais resultados

Pontos fortes

  • Povo acolhedor e hospitaleiro;

  • Porto (Singularidade de Imbituba)

  • Boa localização geográfica (BR-101, próximo a grandes centros, porto, aeroporto e ferrovia);

  • Atrativos naturais, com ênfase em belas praias com o “conjunto da obra” ainda preservado e com potencial para esportes, cultura e lazer;

  • Berçário da Baleia Franca;

Pontos fracos

  • Falta de política de desenvolvimento e de atração de investimento, bem como instrumentos para consolidar o desenvolvimento;

  • Inovação e tecnologia não estão na pauta;

  • Pouco senso de pertencimento do cidadão “de Imbituba”;

  • Alto índice de informalidade e baixo nível de fiscalização;

  • Plano diretor defasado e irregularidades fundiárias;

  • Falta de saneamento e pouca infraestrutura;

  • Grande Dependência do Porto;

Ameaças

  • Drogas;

  • Polarização política;

  • Forte migração com baixo valor agregado;

  • Os municípios da região se desenvolverem e Imbituba ficar para trás;

  • Mobilidade urbana;

  • Turismo de massa;

  • Atração de empresas com passivo ambiental;

Oportunidades

  • Desenvolver o pensamento coletivo entorno de um objetivo comum (Imbituba);

  • Potencial para eventos, esportes diversificados, economia criativa e explorar a história e potencial arqueológico de Imbituba;

  • Selo Bandeira Azul nas praias e consolidar a Praia do Rosa como uma das mais belas baias do mundo;

  • Turismo integrado e sustentável em consonância com a APA da Baleia Franca;

  • Dinamizar o potencial portuário já identificado no Master Plan SC;

  • Definir o uso apropriado e consolidar o potencial entorno da BR 101;

  • Posicionar-se regionalmente nos temas “Saúde e Educação”;

Constatações Demográficas

  • Índice migratório aceitável;

  • Crescimento populacional gradativo;

  • Redução da participação da população mais jovem no Município;

  • Queda na taxa de nascidos vivos a cada ano vem caindo;

  • População idosa em crescimento;

  • Mobilidade Urbana (100% da população concentrada em áreas urbanas / 1,45 habitantes para cada veículo na cidade;

  • Densidade Demográfica mais de 220hab/km2. – superior à média estadual de 65 hab/km2;

Constatações Econômicas

  • Salário médio nominal abaixo da média estadual;

  • Município aumentou o percentual de participação do PIB na região (2000 = 8,43% | 2016 =11,45%) (SC de 0,34% para 0,45%);

  • PIB crescente, bem como o número de novos empreendimentos;

  • Potencial empreendedor local, crescimento de 171% de 2000 a 2016;

  • Empreendedores de Imbituba vem mantendo a condição geral de pleno emprego;

  • Alto índice de confiança do empresariado local (85,7%);

Constatações Educacionais

  • Bom investimento na educação (IDEB) Indicadores de Imbituba na média estadual;

  • Baixa taxa de analfabetismo;

  • Percentual de pessoas com mais de 25 anos com Ensino Superior abaixo da média estadual;

  • Ensino superior somente na região e ou a distância;

  • Poucas opções de ofícios e formação técnica;

  • Falta de política pública integrada, com foco na formação do cidadão, principalmente para as crianças, adolescentes e jovens;

  • A mão de obra aquém das expectativas;

Constatações de Inovação

  • Poucas opções de acesso a instituições científicas e tecnológicas;

  • Poucas estratégias para atrair e reter capital intelectual, desenvolver a economia criativa e indústria 4.0;

  • Os temas inovação e tecnologia não estão no centro das discussões ;

  • Faltam projetos de estímulo a competitividade e inovação;

  • Pequeno número de profissionais que trabalham localmente em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), com carteira assinada;

Destaques
Arquivo
Tags de Notícias

Faça parte desta entidade e tenha acesso às melhores soluções para sua empresa.

Venha fazer parte da ACIM:

ACIM - Associação Empresarial de Imbituba

Rua Nereu Ramos, 815 - Sala 201/A

Centro - Imbituba / Santa Catarina

Telefone: +55 (48) 3255-1415

 

Email: atendimento@acimimbituba.org

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • whatsapp

​© 2020 Todos os direitos reservados. Desenvolvido por

Agência Onde - Tubarão/SC