Inversores de frequência devem solucionar a falta d’água registrada em Imbituba durante o natal e an


O desabastecimento de água, ocorrido durante as festas de natal e ano novo em Imbituba, está muito próximo de ser resolvido. Pelo menos, essa é a expectativa do Superintendente de Saneamento, João Batista Alano. Com um investimento de, aproximadamente, R$ 280 mil, o município instalou esta semana os chamados painéis inversores de frequência, tanto na captação, quanto na Estação de Tratamento de Água (ETA).

Esses equipamentos têm a função de controlar a velocidade e a potência consumida, por meio de um motor elétrico que fica ligado às bombas de captação de água. Dessa forma, será possível o acionamento de duas bombas ao mesmo tempo, sem que a ETA tenha um desligamento de energia pelo excesso de consumo.

Com os painéis inversores de frequência, Imbituba poderá produzir mais de 16 milhões de litros d’água por dia, praticamente o dobro do que o município necessita para abastecer a população local durante a temporada de verão.

“Acreditamos que, com esses painéis, nós reduziremos os problemas de abastecimento de água. Hoje, com esses inversores de frequência, a gente consegue acionar dois motores ao mesmo tempo. Com isso, aumentamos a vazão e a pressão no sistema. Para uma população que recebemos entre natal e ano novo, cerca de 100 mil pessoas, nós conseguiremos atender normalmente”, disse o Superintendente de Saneamento de Imbituba, João Batista Alano.

Entre o dia 30 de dezembro e a primeira semana de 2019, o município de Imbituba sofreu com o desabastecimento de água. Com o número de habitantes triplicado, os reservatórios ficaram, praticamente, vazios. Quase todos os bairros da cidade foram atingidos com a falta d’água. Durante as festas de natal e réveillon, Imbituba produziu 13,5 milhões de litros de água por dia. Quantidade, 38% maior do que na baixa temporada.